Follow by Email

segunda-feira, julho 7

Pela arte



Dieta rigorosa

Músculos aflorando a pele

Estrutura muscular aquecida

Alongada, pronta para movimentos

Rápidos, frenéticos, criativos, repetitivos


As dores não contam

Piso milimetricamente marcado

Luzes indicando direções, contornos

Música que não diz nada, só marca

A fala do corpo.

3 comentários:

Nina disse...

Belíssimo texto sobre a arte que usa o corpo como ferramenta.

www.jotelog.cl/jornalintimo disse...

é, sabe quem vive.
e eu nem vivo não...
mas vejo a dureza das pobres coitadas. meu esforço não é nada quando comparado.
beijão.

www.jotelog.cl/jornalintimo disse...

quero mais poesia.