Follow by Email

sexta-feira, setembro 26

Eleição de chapa única II

A minha fonte que me passou os dados das pesquisas de opinião antes da divulgação, que eu postei no último dia 18, continua com credibilidade. Os dados se aproximaram e aponta a decisão no primeiro turno . O Ibope apresentou ontem consulta que aponta LUIZIANNE LINS (PT) - 50%, MORONI TORGAN (DEM) - 20%, PATRÍCIA SABOYA (PDT) - 16%, bem próximos dos números que apresentei aqui, na semana passada. Se vazar mais alguma coisa para a próxima semana, volto a divulgar.

Se alguém quiser saber por que o cenário caminhou neste sentido, mesmo com a Luizianne saindo lá embaixo nas pesquisas, pode perguntar para mim, que eu explico de uma maneira bem clara. Como eu sempre disse, essa loura é uma mulher de sorte! Tanto na primeira eleição como agora desfrutou de cenários altamente favoráveis a ela, não deixando chances para o imponderável. Por mais que a cidade esteja uma lástima, por mais que ela tenha conseguido fazer menos do que o seu antecessor, que foi nominado de corrupto pela candidata, uma série de fatores a empurrou para a vitória, novamente. Sorte de estar no lugar certo, no momento certo. Coisa rara de se repetir na política.
**********
Você seria capaz de rifar um amigo só para se aproximar dos seus objetivos? Parece até um contra-senso em dias onde os amigos verdadeiros são cada vez mais raros. Mas isso acontece com muita freqüência, é só abrir os olhos e perceber o mundo que lhe cerca. O individualismo na busca pelo sucesso avança sobre qualquer relação social e a despedaça, se for necessário. Às vezes um amigo é detonado de maneira tão solerte que passa até despercebido o ato. Outras vezes e de forma vil, capaz de expor à mais absurda saia-justa, somente para ganhar pontos com outra pessoa.

Pessoas manipulam pessoas, se servem dela, e transformam-nas em pontos. “Se eu sei que alguém não gosta de meu amigo, e eu quero ganhar pontos com esse alguém, então queimo e transformo o amigo em ex-amigo, por qualquer razão torpe”.
Amigo é bom a gente ter cuidado. Cuidado para preservá-lo, se for o caso, ou cuidado para não cair em suas artimanhas, se o caso for outro.

Diferenciar um tipo de amigo do outro é que é a grande arte. Essa ainda não conheço.

Nenhum comentário: