Follow by Email

terça-feira, março 10

Questões ecológicas



Eu não consigo entender porque querem reduzir a destruição do planeta em toda a sua extensão a um modismo. Tipo agora todo mundo vai deixar de usar saco plástico para levar os produtos dos supermercados. O capitalista da alimentação economiza e agradece, enquanto você sai com uma sacola de pano cheia de embalagens plásticas com uma enorme sensação de estar contribuindo para a salvação da natureza. Definitivamente, a causa ecológica virou algo a ser vendido, como as cotas de cancelamento de emissões de carbono.

Hoje assisti a um debate sobre a destruição do meio ambiente com especialistas do ramo e ouvi deles algumas idéias interessantes. Coisas mais próximas da minha percepção.

Vamos a elas:

*Dá pra ser sacana e sem-vergonha com qualquer idéia. Inclusive ecológicas.

*Educação ambiental não vai resolver nada nem a curto nem a médio, nem a longo prazo. É preciso ações efetivas sobre as questões.

*É absolutamente inaceitável que uma região pobre somo o semi-árido nordestino se volte a produzir biodiesel para os bem aquinhoados desfilarem com seus carrões nas cidades.

*A energia mais barata, ecologicamente certa, é aquela que se economiza, e não a que se produz.

*Tudo o que o homem faz tem impacto negativo no meio, até na produção da energia mais limpa como a solar ou a eólica (entropia).

*Talvez o meio mais eficiente de controlar a poluição dos rios, mares e lagos seria a afixação de outdoors nas proximidades, apontando as empresas ou outros responsáveis pelos lançamentos de efluentes.

5 comentários:

Fernanda Sousa disse...

a ecologia ficou pop, fato. e custa R$ 7,90 nas lojas americanas. fácil arrumar o mundo, né?
bjo!

Mosana disse...

concordo com a fernanda.. ecologia ficou pop, ficou modinha dizer: oi eu uso sacola de papel e detergente biodegradavel, sou legal.
concordo com os itens listados por vc, mas principalmente com o primeiro:
*Dá pra ser sacana e sem-vergonha com qualquer idéia. Inclusive ecológicas.
sempre tem gente tentando achar um jeito de fuder com tudo.
por enquanto faço a minha parte, ou pelo menos tento, e procuro ensinar isso aos meus filhos.
kisses

Anônimo disse...

O assunto e a opinião são ótimas, mas não o assunto mesmo tipo falando das questões ecológicas...Só está falando sobre a opinião do autor. Mas de qualquer jeito está bom!!
Felicidades :D

Anônimo disse...

Foi mal pelo comentário a cima, é por que eu não sou otário não consigo dizer para os outros o que estou pensando de forma que entendam, mas se alguém quiser me ajudar, meu nome é Brejnev...Boa sorte a todos :))

Anônimo disse...

Galera, eu não gosto de mentir, me desculpem outra vez pelo comentário a cima... Eu sou otário sim e me orgulho disso tá??? :'(
Adeus, parabéns por me deixarem triste... Ta, esquece! Eu não consigo não amar vocês, eu amo vocês <3
Bjiiiiiiiim(é que eu sou gay)Brejnev(Eu nasci na Rússia)