Follow by Email

sábado, novembro 10

O diabo real


Go!

É a última frase do filme Diabo Veste Prada, que hoje assisti mais uma vez. Telecine tem dessas coisas. A cena segue com um mercedes sedã, tendo em seu interior a Miranda Priestley (a da esquerda na foto), rolando vagarosamente diante de um prédio onde funciona a Runway, que na mudança de língua (mundo real) é a revista Vogue. Adoro este filme, que trata da natureza humana com uma dose bem razoável de propriedade. Sei que o mundo da moda é um tanto quanto abominado, mas é um microcosmo de como funciona toda o universo capitalista em que vivemos. O quanto as pessoas se tranformam a partir dos objetivos corporativos. O quanto temos de nos moldar para ter direito a fatia, mínima que seja, do bolo.

O final do filme me emociona. Sempre. Anne Sachs deixa uma carreira promissora de trabalho na revista de moda para procurar se inserir no mundo editorial engajado. E consegue graças a recomendação da sua ex-chefe, ex-algoz, e que, apesar de ser a megera da história, foi a única que conseguiu abrir os olhos da heroína para o mundo real.

A frase final do filme serve também para qualquer começo. Vamos em frente.

Nenhum comentário: