Follow by Email

quinta-feira, abril 8

Morte e vida severina

Noticiários já estão pra lá de saturados com tantas informações sobre as chuvas no Rio de Janeiro e seu infindável número de vítimas fatais. Já está quase chegando no ponto da anestesia, quando novos desastres não mais comovem. Só acho estranho quererem botar nas chuvas a culpa da calamidade somando a irresponsabilidade dos que construiram casas em áreas de risco.

Isso como se alguém de livre e espontânea vontade resolvesse morar em um barraco prestes a desabar morro abaixo. Em nenhum momento, nenhum meio de comunicação, mesa redonda, autoridade falou sobre a desigualdade social que empurrou parte considerável da população para as condições precárias em que se encontram. Nenhum país é tão desigual ao ponto de discutir a desigualdade como se fosse um mero problema climático.

Nenhum comentário: