Follow by Email

quinta-feira, setembro 10


Em 25 de junho passado, registrei em post a chegada da dinamarquesa Caroline Wozniack à terceira rodada de Wimbledon. Pelo tenis que jogou, a beldade me pareceu como um bom potencial de encantar os olhos não só pelas curvas mas pela forma como trata a bolinha nas quadras, mundo a fora.

No aberto dos Estados Unidos, disputado em Flash Meadows, já está na semifinal, e pelo tenis que está jogando, não é coisa de outro mundo ela avançar mais um degrau e disputar a sua primeira final de grand slam. Bom para o esporte, bom para os olhos.